As origens da Aleluia Cerâmicas remontam ao ano de 1905, quando foi fundada pela família Aleluia. Hoje, depois de mais de cem anos de actividade a Aleluia Cerâmicas é uma empresa tecnologicamente avançada, dedicada exclusivamente à produção e decoração de revestimentos e pavimentos cerâmicos, sendo uma referência no mundo cerâmico.

A Aleluia Cerâmicas está presente nos 5 continentes, em mais de 60 países com uma rede de mais de uma centena de distribuidores e 700 retalhistas e cerca de 4500 pontos de venda, exportando mais de 70% da sua produção.

História

“cada pedra que acresce ao já grandioso edifício Aleluia, nunca é remate – é sempre alicerce” (Litoral, 15 de Outubro de 1955 p.11)

  1. Fundação

    1905

    É fundada com a designação de Fábrica de Louça dos Santos Mártires por João Aleluia, localizada no Largo dos Santos Mártires dedicando-se inicialmente à produção de louça doméstica.

    O fabrico de azulejaria de fachada semi-industrial (repetição regular de um ou vários azulejos para formar padrões) permite o aproveitamento de novas oportunidades de negócio, a par com a expansão da cidade de Aveiro sendo o mais marcou a traça da cidade, moldando o ambiente urbano e dignificando as anónimas fachadas de azulejo.

  2. Moinho de vento

    1909

    Até à aquisição do moinho a vento não tinha qualquer força motriz. Mais tarde seria aquirido, na estrada da Gafanha, um moinho que funcionava com as correntes da ria para moer o vidrado, auxiliando a precária eficiência do motor a vento.

    E entretanto, o fabrico alarga-se à louça de fantasia (imitações do antigo chinês, e japonês) e ao azulejo.

    Em 1909 foram introduzidos novos e vários melhoramentos; a moagem do vidro passou a fazer-se num moinho de vento.

  3. Novas instalações

    1917

    A mudança implicou uma verdadeira transformação da empresa. De uma pequena oficina de produção de louça, a Fábrica Aleluia tornar-se-ia uma empresa moderna, produzindo cerâmica doméstica decorativa e de uso comum e azulejo de revestimento

  4. Designação Aleluia

    1922

    Em 1922, na Exposição do Rio de Janeiro, a Fábrica Aleluia conquistou, juntamente com a Jerónimo Pereira Campos, Filhos, o diploma de honra.

  5. Máquinas Faure de Limoges

    1927

    É adoptado o fabrico de azulejos por via seca e instalada a primeira série de máquinas Faure de Limoges para a preparação de pastas brancas e quatro anos depois a primeira prensa mecânica.

  6. Primeira Prensa Mecânica

    1932

    Na vanguarda do seu tempo, são adquiridos novos e modernos equipamentos, e é instalada a primeira prensa mecânica.

  7. Aquisição Olarias Aveirense Lda.

    1942

    Adquirida a Empresa Olarias Aveirense Lda. Transformando-a na Fábrica Gercar (dedicada quase unicamente à produção de artigos sanitários, reservando para a Aleluia o lado mais artístico da faiança decorativa, azulejos e painéis.

    Adquirem novos e modernos equipamentos e ampliam as instalações, apostando na azulejaria, tornando-se neste sector uma das mais fortes concorrentes do mercado.

  8. Impacto Social

    1955

    Criou uma escola de desenho e pintura, e uma escola para adultos que não possuíssem a 4aª classe. Extinguiu o analfabetismo, entre os seus operários.

    As refeições eram distribuídas pelos operários a custo proporcional ao salário e gratuitamente para os de menores rendimentos. Possibilitava a concessão de empréstimos para a construção de habitação própria, sem juros e em módicas prestações mensais. Anteriormente à Segurança Social, já era concedida aos trabalhadores assistência médica gratuita e atribuídos subsídios por doença.

    A empresa atinge, agora, uma concentração operária importante e vrescente, chegando a ter, em 1955, mais de 400 operários.

  9. Aleluia Cerâmicas Comércio e Indústria SA

    1973

    O crescimento da empresa correu de forma favorável mas dificuldades decorrentes deste investimento levam os irmãos a vender a fábrica a uma sociedade anónima: Aleluia – Cerâmica, Comércio e Indústria, S.A.

  10. Mudança Instalações

    1984

    Transita em definitivo para as instalações da Quinta do Simão.

  11. Reconversão Produtiva

    1999

    Em 1999, a unidade fabril foi reconvertida de modo a produzir revestimento e pavimento, passando a ter uma maior capacidade produtiva.

  12. Novo Edifício Sede

    2003

    É construído, na unidade da Quinta do Simão, um novo e moderno edifício Administrativo-Social e Salão de Exposição.

  13. Centenário Aleluia

    2005

    Comemoração do centenário da Aleluia, com a presença do Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio.

  14. Fusão Aleluia, Apolo, Viuva Lamego e Keratec

    2006

    Da fusão de várias empresas portuguesas, detentoras de algumas das principais marcas de cerâmica – Aleluia, Ceramic, Apolo e Viúva Lamego – resulta a Aleluia Cerâmicas.

  15. Equipamento Digital/Novo Centro Logístico

    2007

    Primeira empresa portuguesa de cerâmica a adquirir um equipamento de impressão digital.

    Em Julho do mesmo ano é inaugurado o Centro Logístico da Aleluia Cerâmicas, na Gafanha da Encarnação, Ílhavo, o maior do país, com capacidade de armazenamento de 3 milhões de metros quadrados em área coberta.

  16. Ampliação Produtiva

    2016

    Devido à crescente procura e internacionalização da marca, é ampliada a capacidade produtiva da Aleluia, passando a contar com 6 linhas de produção.

Unidades Fabris

Composta por 5 unidades, a Aleluia Cerâmicas tem no seu portefólio 3 diferentes tipologias de produto: revestimento, porcelanato e pavimento; porcelanato extrudido e azulejos pintados à mão assim como produtos especialmente desenvolvidos para projectos especiais.

Unidade de Esgueira
Especializada na produção de porcelanato tem uma área total de 26,642 m2, duas linhas de produção e duas máquinas de impressão digital.
Unidade de Ílhavo
Especializada na produção de revestimento e pavimento tem uma área total de 26,540 m2, três linhas de produção e quatro máquinas de impressão digital.
Unidade de Vagos
Especializada na produção de revestimento e pavimento extrudido tem uma área total de 6,840 m2 e 1 linha de produção.
Pintura Manual
A Aleluia mantém a nobre tradição da pintura azulejar, combinando técnicas tradicionais de pintura manual com novas técnicas, pinturas e formatos. Oferece soluções inovadoras nas áreas das Belas Artes, Arquitectura e Design.

Centro Logístico

O Centro Logístico tem uma capacidade de armazenamento de cerca de 3 milhões de m2, com uma área coberta de 18, 000 m2 e 12 metros de altura, equipado com as mais recentes tecnologias que permitem a movimentação de produtos com a máxima eficácia e facilidade.

Investigação e Desenvolvimento

A Investigação e Desenvolvimento é um pilar estratégico da liderança onde a Aleluia Cerâmicas tem efectuado, ao longo dos últimos anos, investimentos superiores a 15 milhões de euros, traduzidos em equipamentos com tecnologia de ponta aos mais variados níveis (prensas, fornos, linhas de vidragem, meios de

movimentação robotizada, selecção e escolha electrónica de azulejos, equipamento de impressão digital) que asseguram a elevada competitividade e qualidade dos produtos fabricados e igualmente uma excelente capacidade de resposta á evolução das preferências dos consumidores.

Qualidade e Ambiente

A integração de preocupações ambientais no funcionamento regular da Aleluia, tem-se revelado um factor de competitividade, quer ao nível da economia de meios como da qualidade do processo produtivo e diminuição do impacte ambiental.

Política da Qualidade e Ambiente da Aleluia Cerâmicas S.A.

Assim, os investimentos que a empresa tem feito na área da Qualidade e Ambiente têm-se reflectido na obtenção das seguintes certificações:

  • - Aleluia Cerâmicas, S.A. – Unidade Industrial de Ílhavo, tem o sistema de garantia da qualidade, instalado de acordo com a norma NP EN ISO 9001: 2015 atribuído pelo organismo de certificação APCER – Associação Portuguesa da Certificação.
  • - Aleluia Cerâmicas, S.A. – Unidade Industrial de Ílhavo tem o sistema de Gestão Ambiental certificado, pela norma de referência NP EN ISO 14001: 2015, pela APCER – Associação Portuguesa de Certificação.
  • - Aleluia Cerâmicas, S.A. – Conta ainda com a certificação, ao nível dos produtos de pavimento, no âmbito da marca NF-UPEC, pelo CSTB – Centre Scientifique et Technique du Bâtiment – França.
Unidade de Ílhavo
Download DDP's

Equipa de Gestão

Somos uma empresa composta por excelentes colaboradores que em diversas áreas de atuação contribuem para o encontrar das melhores soluções para os nossos clientes.

Director Geral
Rodolfo Abrantes

Director Comercial
Luís Ascenso

Director de Marketing
Élio Fernandes

Director de Investigação & Desenvolvimento
Cristina Rosete

Director de Operações
António Lamas

Director de Qualidade & Ambiente
Elmano Castilho

Director Administrativo-Financeiro
Carla Godinho

Director de Recursos Humanos
Luís Brandão

Director de Sistemas e Tecnologias Informação
Paulo Rocha

Director Jurídico
Madalena Félix

Top